Museo BELvue

233379
Museo BELvue Museo BELvue Museo BELvue Museo BELvue Museo BELvue Museo BELvue Museo BELvue

Apresentando-se como o museu da Bélgica e da sua história, mas igualmente como «centro para a democracia», o estabelecimento beneficia de uma museografia recentemente completamente remodelada. Democracia, prosperidade, solidariedade, pluralismo, migrações, línguas, Europa: o museu BELvue propõe-lhe descobrir o país através desses temas. A abordagem quer-se original, pelo que cada tema é, em primeiro lugar, explicitado com a ajuda de testemunhas reais e, de seguida, contextualizado através da história. Mais de 200 objetos compõem uma galeria e permitem incarnar a memória material do país. Poderá aí encontrar, por exemplo, uma litografia de Magritte, vasos em cristal produzidos por Val Saint-Lambert, máscaras de carnaval da região de Binche, ou ainda um balão assinado pela Seleção Belga de Futebol! Este edifício, inicialmente usado como hotel, foi construído em 1776 — e aberto durante o ano seguinte — num turístico, comercial (difícil imaginá-lo hoje em dia!) e muito cosmopolita (o hotel Astoria, na rua Royale, é a única testemunha atual). O estabelecimento recebia essencialmente turistas, a maioria dos quais ingleses, mas não qualquer turista: tratava-se de um hotel de luxo, com clientes prestigiosos. De estilo neoclássico, como toda a Praça Real, o edifício privilegia a sobriedade e as proporções harmoniosas. A visita interior oferecer-lhe-á ainda mais detalhes de decoração. O Parque de Bruxelas consiste num polo de atração para os turistas: o passeio mundano é, na realidade, um trabalho de escolha. «Do meio-dia à uma, este passeio torna-se, simplesmente, o local de encontro de estranhos e ricos. Esta salada de frutas de países que se encontram alegra este local durante algumas horas por dia». Se, em geral, as relações de Bellevue com o seu ilustre vizinho — o Palácio Real — permanecem boas, com o hotel a alojar frequentemente convidados de honra passíveis de uma visita real, poderiam ter ocorrido algumas fricções, nomeadamente devido à construção dos terraços adjacentes ao estabelecimento, que oferecem uma vista magnífica para os jardins do rei, o que não é muito do agrado de Léopold II… Ver o panfleto sobre a história do edifício, disponível no local A entrada para o museu BELvue é gratuita todas as terças-feiras a partir das 14h.

Comprar o seu cartão Brussels Card

Informações práticas

  • Place des Palais 7
    1000 Bruxelles
  • Horários de abertura
    • Terça-feira  09:30 - 17:00
    • Quarta-feira  09:30 - 17:00
    • Quinta-feira  09:30 - 17:00
    • Sexta-feira  09:30 - 17:00
    • Sábado  10:30 - 18:00
    • Domingo  10:30 - 18:00