Jazz

«Caro Toots, Bruxelas diz-lhe 1 000 vezes obrigado! Graças a si, situa-se no mapa mundial do jazz». Lendas como Billie Holiday, Benny Goodman ou Django Reinhart fizeram nascer uma verdadeira história de amor entre Bruxelas e o jazz. Hoje, clubes, cafés e festivais continuam a fazer-nos vibrar. Nos passos de Philip Catherine e de Aka Moon gravita toda uma nova geração que atravessa as fronteiras do jazz.

Oh, pedimos desculpa! Tente outra coisa em Bruxelas